Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O pavão, ave consagrada a Juno

Pauo erat Iunoni sacer. Poetae de Iunonis aue fabulas narrabant. Io1 Iunonis sacerdos erat. Iupiter autem uirginem amabat. Quia Iuno inuida erat, Iupiter puellam in iuuencam mutauerat2. Sed Iuno dolum sensit; iuuencam rapuit et Argo3 dedit. Argus autem diligens custos erat: nam centum oculos habebat et semper quinquaginta aperiebat. Iupiter, iratus, deum Mercurium misit: Iouis nuntius carminibus suis custodem sopiuit gladioque ei4 caput cecidit. Iuno, maerens, centum Argi oculis pauonis caudam ornauit, quia pauonem ante omnes alias aues5 amabat.

in  Jean Fournier e René Dimon, Latin - Classe de sixième, Bordas, 1965.

_______________________________

N.B.:  A negro, estão assinaladas as formas verbais de pretérito perfeito do indicativo; ver no vocabulário o enunciado do verbo — a última forma que aparece é a 1ª pessoa do singular do pretérito perfeito do modo indicativo.

 

1 Io, filha de Ínaco, rei de Argos.

2 mutauerat : forma de pretérito mais-que-perfeito do indicativo.

3Argus, Argi : Argo  era, segundo a lenda, um príncipe ou um pastor troiano.

4 dativo do pronome is, ea, id : lhe

5 ante omnes alias aues : mais que todas as outras aves.

_____________________________________________________

Vocabulário:

aperio, aperis, aperire, aperui: abrir

auis, auis (f.): ave

caedo, caedis, caedere, cecidi : cortar

caput, capitis  (n.): cabeça

carmen, carminis  (n.): canto; poema

centum  (numeral): 100

custos, custodis (m.,f.): guarda; guardião

diligens, diligentis : zeloso; cuidadoso

do, das, dare, dedi : dar; entregar

dolus, doli  (m.): ardil; engano

gladius, gladii  (m.): espada

inuidus, a, um : invejoso; cruel

iuuenca, ae  (f.): novilha

maerens, maerentis : triste

mitto, mittis, mittere, misi : enviar

muto, mutas, mutare, mutaui : mudar; metamorfosear

pauo, pauonis  (m.): pavão

quinquaginta  (numeral): 50

rapio, rapis, rapere, rapui : tomar à força; raptar

sacer, sacra, sacra : sagrado; consagrado a

sacerdos, sacerdotis  (m.,f.): sacerdote; sacerdotisa

sentio, sentis, sentire, sensi : sentir; perceber

sopio, sopis, sopire, sopiui : adormecer

uirgo, uirginis  (f.): virgem; donzela

 

Neste texto aparecem muitas palavras da 3ª declinação. No enunciado (ver vocabulário) reconhecem-se por terem o genitivo do singular terminado em –is.

 

Na 3ª declinação  há palavras de tema em consoante e palavras de tema em –i.

 

Como se distinguem?

Em geral, as palavras imparissilábicas (isto é, que têm um número diferente de sílabas no nominativo e no genitivo) são de tema em consoante.

 

Vejamos:

Iuno, Iunonis — nominativo: Iuno (2 sílabas), genitivo: Iunonis ( 3 sílabas).

Tema: Iunon-  [encontra-se o tema a partir do genitivo, tirando a desinência de genitivo – is] — logo, esta palavra é de tema em consoante — o seu tema termina na consoante nasal – n

Conhecendo o tema, fácil se torna formar todos os casos, basta acrescentar as terminações próprias de cada caso:

Veja-se logo na primeira frase do texto: Iunoni — dativo do singular: tema: Iunon- + i (terminação do dativo do singular).

O nominativo do singular é, nesta como noutras palavras, igual ao tema, mas a consoante nasal caiu — daí Iuno

Como Iuno, Iunonis temos pauo, pauonis — veja-se a forma de acusativo que aparece na última linha: pauonempauon – (tema) + em (terminação de acusativo do singular).

 

Declinação:

                                Singular                       Plural

NOMINATIVO : pauo                                         pauones

VOCATIVO : pauo                                              pauones

GENITIVO : pauonis                                   pauonum

ACUSATIVO : pauonem                              pauones

DATIVO : pauoni                                         pauonibus

ABLATIVO : pauone                                    pauonibus

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:50


Mensagens


1 comentário

De Anónimo a 05.01.2017 às 21:26

Tradução

O pavão era consagrado à Juno. Poetas narravam histórias da ave de Juno. Io era a sacerdote de Juno. Porém Júpiter amava a virgem. Porque Juno era invejosa, Júpiter metamorfoseara a menina em uma novilha. Mas Juno percebeu o erro; raptou a novilha e deu a Argo. Contudo Argo foi um guardião diligente: pois tinha cem olhos e sempre cinquenta estavam abertos. Júpiter, irado, envio o deus Mercúrio: o mensageiro de Júpiter com seu canto adormeceu o guarda e, com a espada, cortou-lhe a cabeça. Juno, triste, ornou a cauda do pavão com os cem olhos de Argo, pois amava o pavão mais que todas as outras aves.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D



calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tradução ...

  • isa

    O Boletim de Estudos Clássicos só pode ser encontr...

  • isa

    Atenção à tradução:Sabini Romanorum seruos audiunt...

  • Anónimo

    ...

  • Anónimo

    Tradução do texto simplificado Europa é um lu...