Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



CARNAVAL , tempo de máscaras

Vejamos esta fábula de Fedro:

 

 

Tradução:

A raposa e a máscara de tragédia

Uma raposa vira por acaso uma máscara trágica (de tragédia):

“ Ó quanta beleza, disse, não tem cérebro!”

Isto foi dito para aqueles aos quais a fortuna concedeu honra e glória

mas tirou o senso comum.

 ********************************************************

 

A RAPOSA E A MÁSCARA 

 Adaptação: Nicéas Romeo Zanchett 

Num certo dia de verão, uma raposa passeava pelos campos e encontrou em seu caminho uma máscara de homem. Pegou-a com grande curiosidade e, examinando-a detidamente, reparou que era oca por dentro. 

Ao ver isso ela não conteve o riso e disse: 

— É pena que uma cabeça de rosto tão lindo não tenha miolos!

E foi-se  embora rindo e julgando aquela máscara que lhe parecia tão insignificante. 

Moral da história: De nada vale uma boa aparência se não tiver juízo. 

 

 *****************************************************************

persona: máscara

gloria: glória

fortuna: fortuna, sorte

 

Do latim ao português

Da raiz de persona temos em português:

- pessoa (por via popular)

- personificar (por via erudita)

 

Enriquecimento do léxico português:

—   vulpino (adjectivo) — vindo de vulpes “raposa”: próprio de raposa; diz-se de um indivíduo astuto, manhoso (como a raposa)

 

Evolução fonética:

Latim persona — o r foi assimilado pelo s (fenómeno de assimilação, um som torna-se igual ou semelhante a outro que lhe está próximo — daí os dois ss), o n entre vogais caiu: português —> pessoa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34


Mensagens


5 comentários

De Carlos a 04.03.2014 às 13:59

Belíssimo post! Muito bem planejado e construído!
E o "n" de persona, que sumiu por estar entre vogais, foi um caso especial dessa palavra? Ou a maioria dos "n"s entre vogais tenderam a desaparecer?
E atualmente qual é o melhor manual para aprender latim?

De isa a 04.03.2014 às 18:05

A queda de consoante intervocálica (síncope) é um fenómeno que acontece em muitas palavras. Por exemplo: planum —> port. chão : neste caso o n ao cair deixou as vibrações nasais sobre a vogal, houve ainda a palatalização do grupo pl- que deu ch; o mesmo aconteceu em "lanam", que deu "lã", com a nasalação da vogal pela consoante nasal -n-.
Um manual para estudar latim:
Isaltina Martins e Maria Teresa Freire, Noua Itinera, Ed. ASA.

De Matheus a 24.08.2014 às 16:34

Como se constata se certa palavra é de origem popular ou erudita?

De isa a 26.08.2014 às 00:19

As palavras que entraram por via popular são as que sofreram uma maior evolução fonética [ o falar do povo, a "lei do menor esforço", vai deixando cair sons, transformando outros, assimilando outros... ], como é o caso da evolução de PERSONA para PESSOA: deu-se aqueda do n intervocálico e a assimilação do r pelo s ; as palavras que estão mais próximas do étimo latino, aquelas em que praticamente não houve qualquer evolução, entraram por via erudita, como, neste caso, personalizar.
Temos muitos outros exemplos de, do mesmo étimo latino entrarem na língua portuguesa palavras diferentes, umas por via popular, outras por via erudita.
Exemplos: do latim FLAMMA(M) derivou o português CHAMA (por via popular) e FLAMA (por ia erudita)

De Daniel a 09.01.2015 às 03:44

Continuo estudando por esse blog. E estou achando que eu realmente estou tendo um certo domínio da língua(pode ser um pouco, mas é o início)! Então muito obrigado!!
E poderia me indicar outras fábulas de Fedro, ou autores originais e fáceis, para eu começar a adquirir um vocabulário e entender a forma que eles escreviam? E também seria legal você analisar outro(s) trecho(s) curto(s) e original(is), como esse, mas colocando-o, depois, na ordem direta, comentando aspectos sintáticos, morfológicos, estilísticos etc. Seria de grande ajuda para qualquer um que estuda a língua.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D



calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tradução ...

  • isa

    O Boletim de Estudos Clássicos só pode ser encontr...

  • isa

    Atenção à tradução:Sabini Romanorum seruos audiunt...

  • Anónimo

    ...

  • Anónimo

    Tradução do texto simplificado Europa é um lu...