Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

43ª lição — documentum quadragesimum tertium

AINDA JANO

 

Jano, como nos diz o poeta Ovídio, reinou na região de Roma e deu o nome à colina onde se fixou, o Janículo. Trouxe à região uma época de harmonia, de convivência entre os humanos e os imortais.

 

Arx mea collis erat, quem uolgo nomine nostro

nuncupat haec aetas Ianiculumque uocat.

Tunc ego regnabam, patiens cum terra deorum

esset, et humanis numina mixta locis.

Nondum Iustitiam facinus mortale fugarat.

Ovídio, Fastos, 1, 245

 

Vocabulário:

arx, arcis: cidadela; fortaleza; lugar elevado

uolgo / uulgo (adv.): comummente; correntemente

tunc : então; nesse tempo

nuncupare: chamar, nomear; designar

patiens, patientis : que sofre, que suporta

numen, numinis: divindade

nondum (adv.) : ainda não

facinus, facinoris: crime

mortalis, mortale : dos mortais; mortal

fugare: afugentar, afastar

 

Tradução:

A minha cidadela era a colina que esta época designa correntemente pelo nosso nome e chama Janículo. Naquela altura eu reinava, quando a terra suportava os deuses e as divindades estavam misturadas com os humanos nos mesmos lugares. O crime da raça humana ainda não tinha afugentado a justiça.

 

Do latim ao português:

— Veja com que palavras do texto de Ovídio se relacionam os seguintes vocábulos portugueses:

  • facínora
  • etário
  • paciente
  • fugacidade
  • nuncupativo

42ª Lição — documentum quadragesimum secundum

JANEIRO

 

De acordo com a tradição, foi a reforma do calendário efectuada pelo segundo rei de Roma, Numa Pompílio, que acrescentou dois meses (Janeiro e Fevereiro) ao antigo calendário criado por Rómulo.

O calendário cuja criação se atribuía a Rómulo era um calendário agrário de 304 dias, com dez meses muito irregulares. O ano começava em Março e terminava em Dezembro, daí os nomes dos meses, seguindo a numeração: December (de decem -10), o 10º mês, como Nouember (de nouem-9), o 9º mês, October (de octo -8), o 8º mês, September (de septem- 7), o 7º mês.

O mês de Janeiro era dedicado a Jano, considerado o deus das portas, das entradas. Mas este mês não foi sempre o primeiro mês do ano.

O ano começava em Março, quando os cônsules eleitos tomavam posse.

Foi só no ano 153 a.C. que Ianuarius se tornou o primeiro mês do ano. Quinto Fúlvio Nobilior, cônsul eleito nesse ano, ocupa o cargo no dia 1º de Janeiro. A causa foi a guerra com os Celtiberos, na Hispânia. Por uma questão de urgência de tempo, foi necessário nomear o cônsul mais cedo pois a campanha seria curta se ele só entrasse em funções a 15 de Março.

 

Segundo uma tradição romana, Jano era um antigo rei de Itália que foi divinizado.

Terá vindo para Itália e fundado uma cidade numa colina, que, a partir do seu nome se chama Janículo. Teve um filho chamado Tiber, que dá nome ao rio Tibre. Reinou no Lácio e aí terá acolhido Saturno quando este deus foi expulso do Olimpo pelo seu filho Júpiter. Como recompensa, Saturno ter-lhe-á ensinado as artes de cultivar a terra e o seu reinado é associado à Idade do Ouro. São-lhe atribuídas muitas invenções, entre elas, a invenção do dinheiro. As primitivas moedas romanas trazem a efígie de Jano, representado com duas cabeças.

Por tudo isso, após a sua morte foi divinizado.

 

Assim nos conta Macróbio, escritor romano dos séculos IV-V d.C., na sua obra Saturnalia:

 

Hic igitur Ianus, cum Saturnum classe peruectum excepisset hospitio et ab eo edoctus peritiam ruris ferum illum et rudem ante fruges cognitas uictum in melius redegisset, regni eum societate munerauit. Cum primus quoque aera signaret, ...

Macróbio, Saturnalia, I, 1,7.

Vocabulário e notas:

excipio, is, ere, excepi, exceptum: receber, acolher, receber como hóspede

excipere aliquem hospitio: receber alguém como hóspede, dar hospitalidade

cum [Janus] Saturnum hospitio excepisset: como Jano tivesse dado hospitalidade a Saturno; tendo Jano recebido Saturno como hóspede

peruectumparticípio de perueho, is, ere, peruexi, peruectum (concordando com Saturnum): levar até; chegar a

classis, is: armada

edoceo, es ere, docui, doctum: ensinar bem, instruir

edoctus (esset) — [cum Janus ] edoctus esset ab eo: [como Jano] tivesse sido instruído por ele;

peritia, ae: conhecimento

redigo, is, ere, egi, actum: tornar

et … redegisset in melius … illum ferum et rudem … uictum

cognitus, a, um : conhecido

fruges, um: produções da terra

veja-se:

[ et cum Janus ] ab eo (Saturno] edoctus … redegisset in melius … illum ferum et rudem uictum … ante cognitas fruges… : instruído por ele, tivesse tornado melhor aquele alimento grosseiro e rude antes do conhecimento dos produtos da terra

munero, as, are, aui, atum: recompensar

signo, as , are, aui, atum: cunhar (moeda)

aes, aeris (n.): bronze, cobre; dinheiro, moeda

Captura de ecrã - 2017-01-05, 17.06.18.png