Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

29ª lição — documentum uigesimum nonum

Hoje vamos falar de   INTELIGÊNCIA

 

 

O vocábulo inteligência vem do latim intellegentia, que significa “acção de discernir”, “faculdade de compreender”, portanto, “inteligência”, “compreensão”, “entendimento”.

A evolução do e para i da sílaba –li-, vem de um processo de dissimilação, que já aparecia em latim.

— intellegentia, intellegentiae — substantivo de tema em – a, 1ª declinação, relacionado com o particípio presente do verbo intellegere, que significa “perceber”, “compreender”;

— enunciado do verbo:

intelellego, intellegis, intellegere, intellexi, intellectum

 

O que é o particípio presente e como se forma?

O particípio presente é uma forma verbal, nominal — quanto à forma é um adjectivo da 2ª classe:

tem um nominativo igual para todos os géneros e um genitivo terminado em – is:

intellegens, intellegentis

Formação:

[ tema: intelleg- + vogal de ligação e + sufixo – nt + desinências; para formar o nominativo acrescentou-se um – s ao tema, e o –t foi assimilado: intelleg-e-nt-s > intellegens ; genitivo: intelleg-e-nt-is > intellegentis]

Tradução: percebendo, que percebe, que percebia

Exemplo: homo intellegens: o homem que percebia

                  Marcus, intellegens ... : Marco, percebendo que....

 

Logo, o intellegens é “aquele que compreende /que conhece”, o “conhecedor”.

Daqui deriva a palavra portuguesa inteligente

do acusativo intellegentem > inteligente

 

Por isso, o INTELIGENTE é, literalmente, “aquele que percebe, que compreende, que sabe discernir”.

 

— Este verbo intellegere é formado de inter + legere

lego, legis, legere, legi, lectum : juntar, reunir; colher, escolher; ler

inter-legere > intellegere — o r foi assimilado pelo l, daí a consoante dobrada.

Portanto inter-legere quer dizer “escolher entre” (entre várias opções escolher uma...);

Então o inteligente é “aquele que sabe escolher, que sabe discernir, que sabe colher o conhecimento“

 

A INTELIGÊNCIA é isso, é essa capacidade de escolha, de discernimento, de colher o saber, o conhecimento.

Mas também legere : LER , porque ler é escolher, é juntar as letras, perceber.

legere > leer > ler : a consoante gutural (g) entre vogais caiu; o e final deixou de se ouvir; os dois e fundiram-se num só (crase)

e - legere > eligere : tirar de, separar; eleger

Então ELEGER é separar/escolher um de entre vários, escolher com discernimento.

 

Questões gramaticais


No enunciado dos verbos apareceu uma nova forma: lectum , intellectum

Trata-se de uma forma verbal nominal, o SUPINO; é uma forma de acusativo neutro, que indica o fim

lectum: para ler

intellectum: para compreender

O supino não tem correspondência em português.

 

Fica assim completo o enunciado de um verbo latino:

1ª pessoa do singular do presente do indicativo: lego

2ª pessoa do singular do presente do indicativo: legis

infinitivo presente: legere

1ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo: legi

supino: lectum

Outros exemplos:

amo, amas, amare, amaui, amatum : amar, gostar de

doceo, doces, docere, docui, doctum : ensinar

dico, dicis, dicere, dixi, dictum : dizer

facio, facis, facere, feci, factum : fazer

audio, audis, audire, audiui, auditum : ouvir

 

A partir do supino forma-se o PARTICÍPIO PASSADO

O particípio passado é uma forma nominal — um adjectivo da primeira classe:

Do supino lectum: lectus , lecta, lectum : lido

De amatum: amatus, amata, amatum: amado

De dictum : dictus, dicta, dictum : dito

De factum : factus, facta, factum : feito

De auditum : auditus, audita, auditum : ouvido

 

Do latim ao português:

Da etimologia de intellectum temos em português:

intelecto, intelectual

De electum temos : eleito, eleitor, eleitoral, eleitorado [ com a vocalização da consoante c ]

 

leitor.jpeg                               eleitor.jpeg

 

 

 

2 comentários

Comentar post