Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

LATIM PARA AMADORES

Este é um caderno de notas, de apontamentos — vamos aprender latim. É um curso para amadores — amadores no sentido etimológico do termo: "amador" é "aquele que ama", aquele que ama a língua latina e quer aprendê-la.

2ª lição — Documentum secundum

Vejamos as frases:

 

1. Linguam latinam amo / amo linguam latinam : eu amo a língua latina ou eu gosto da língua latina

2. Linguam latinam disco : eu aprendo (eu estudo) a língua latina

3. Lingua latina pulchra est : a língua latina é bonita

 

Estas são três frases simples.

— O que concluímos com a sua análise e tendo em conta a tradução:

 

a) a frase 1 e a frase 2 são constituídas por verbo + complemento directo (o sujeito está implícito na terminação da forma verbal);

b) a frase 3 é constituída por sujeito + predicado nominal (verbo copulativo + predicativo do sujeito);

c) nas frases 1 e 2 não temos um sujeito expresso — a terminação da forma verbal diz-nos que se trata da 1ª pessoa do singular (eu);

d) o verbo vem no fim da oração.

 

— Se atentarmos nas frases 1 e 2, vemos que a expressão que foi traduzida por língua latina, corresponde, em latim a linguam latinam;

— Olhando para a frase 3, vemos que, para a mesma tradução, a expressão latina é lingua latina

 

Porquê esta diferença?

— Como vimos, a expressão desempenha funções diferentes na frase:

— em 1 e 2, linguam latinam é o complemento directo;

— em 3, lingua latina é o sujeito.

 

Concluindo:

 

— o latim é uma língua declinável, isto é, os nomes apresentam diferentes terminações, de acordo com a função sintáctica que desempenham na frase

 

Assim:

 

— nas frases 1 e 2, linguam latinam desempenha a função de complemento directo, por isso estas palavras têm a terminação – am — estão no ACUSATIVO

— na frase 3, lingua latina desempenha a função de sujeito, por isso estas palavras terminam em – a — estão no NOMINATIVO

 

—As formas verbais — amo e disco — estão na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo — que, tal como em português, termina em – o

 

Outros exemplos:

 

disco : eu aprendo

doceo: eu ensino

lego: eu leio

dico: eu digo

ambulo: eu caminho

habito: eu habito, eu moro

scribo: eu escrevo

uenio: eu venho

*********************

Os poetas latinos:

Odi et amo. Quare id faciam fortasse requiris.

Nescio. Sed fieri sentio, et excrucior.

Tradução:

Odeio e amo. Por que o faço, perguntas, talvez.

Não sei. Mas sinto que isso acontece, e atormento-me. 

Catulo, poeta do século I a. C.

 

Do latim ao português:

nescio: não sei — da mesma raiz deste verbo temos o adjectivo português néscio "aquele que não sabe", "ignorante

 

2 comentários

Comentar post